Conheça as Principais Vantagens de alugar Equipamentos Hospitalares sob Gestão Integrada da Hospcom

___

Menor investimento para Aquisição. A locação de equipamentos hospitalares dispensa a mobilização de altos recursos financeiros

Otimização de tempo. Por todo o período contratado, os equipamentos ficam sob uso operacional, 24h por dia de domingo à domingo a disponibilidade de uso do locatário

Personalização e Customização de Equipamentos visando atender demandas específicas para sua unidade hospitalar

Criada há mais de 15 anos a Hospcom atua no segmento hospitalar e laboratorial


Recentemente montou sua divisão especializada e capacitada no processo de Locação de Equipamentos, pois a cada dia procuramos reconhecer e atender as demandas do mercado hospitalar, contando com seus principais agentes: investidores, administradores e especialistas os quais participam de um dos segmentos mais promissores e rentáveis do Brasil, e que a cada ano, se profissionaliza dia-a-dia nas regiões que cobrimos principalmente: Centro-Oeste e Tocantis, oferecendo assim diversas vantagens competitivas inseridas neste processo, incluso o Treinamento e Educação Continuada, bem como a Assistência Técnica Especializada inclusa.

Todos os nossos produtos, presentes nas diversas linhas de Locação, possuem a Garantia e a Assistência Técnica do time Hospcom

___

Anestesia

Cardiologia

Cirurgia

Esterilização

Infusão

Laboratorial

Monitorização

Neonatologia

Ultrassom

Ventilação

Vídeo Cirurgia

Principais Benefícios e demais Vantagens Financeiras de Alugar em vez de Comprar

  • Flexibilidade para atender epidemias (COVID-19, Dengue, H1N1, Sarampo, dentre outras) e emergências médicas pontuais como desastres, etc;
  • Mudança do perfil de equipamentos sempre que necessário;
  • Garantia de atualização tecnológica;
  • Equipamentos calibrados e aferidos;
  • Dimensionamento correto de equipamentos, evitando desperdício com aquisição de aparelhos sobressalentes (backup);
  • Dedução do imposto de renda as despesas de locações;
  • Redução dos custos operacionais com a redução do parque;

O que deve ser analisado é se este patrimônio, equipamento no qual será um imobilizado do negócio hospitalar será um ativo maior ou menor que o benefício do uso recorrente mensal? Já que o dinheiro empregado na operação de aquisição também poderia ser investido em aplicações financeiras.


Dessa forma, teremos que fazer uma comparação. Sugiro então que o aluguel seja entendido como um percentual do valor do equipamento.

Pois é, já não se fazem mais rentabilidades em aplicações de baixo risco como antigamente.... Conseguir um investimento conservador que renda pelo menos 1% ao mês não é mais possível há algum tempo. As taxas de juros baixaram muito desde 2016, quando era possível investir de forma conservadora e receber 14,25% de juros ao ano. Atualmente, a taxa básica da economia, a Meta da SELIC, está em 4,5% ao ano. Essa é a taxa considerada livre de risco no Brasil. Aliás, um investimento de baixo risco deve ter essas 3 características: 1) baixo risco de mercado: deve ser aquele em que a incerteza quanto à sua rentabilidade futura é bem pequena; 2) baixo risco de liquidez: deve ter boa liquidez, ou seja, poder ser resgatado a qualquer momento sem uma perda de valor; 3) baixo risco de crédito: além disso, também deve ser baixo o risco de o emissor não honrar o seu pagamento.

São muitos os fatores que podem influenciar o mercado hospitalar: crescimento da economia; inflação; taxas de juros; tendência demográfica; desenvolvimento da região; políticas em relação ao financiamento; aspectos legais relacionados à relação locatário-locador; dentre outros.

Perspectivas de valorização ou depreciação sempre envolvem complexidade e incertezas. Para não perder o foco, seguiremos nossa comparação utilizando uma linha de investimento conservador (crédito) com títulos do governo, que vão fornecer uma referência base para você, um decisor hospitalar.

Hoje, as rentabilidades, ao mês, de muitos títulos do governo têm ficado entre 0,20% e 0,30% acima da inflação, antes de impostos. Ou seja, se sua depreciação com equipamentos hospitalares já subtraindo o custo de locação mensal sob percentual encontrado, corresponde a valores acima deste indicador, vale a pena verificar certamente a Locação destes equipamentos.

“Hoje, 0,35% é uma referência comum em investimento financeiros conservadores, apesar de não existir uma regra rígida para isso. Se você adquire um equipamento hospitalar à vista, deixa de ter essa despesa.”


Comenta Gabriel Coelho, Diretor Comercial da Hospcom.

Custos como manutenção preventiva, manutenção corretiva, vacância, depreciação anual do equipamento, custo de oportunidade não são parte da realidade do inquilino e irão passar a fazer parte da realidade do proprietário. Por isso, a partir de algumas aproximações para considerar esses custos, sugerimos reduzir a referência para 0,32%.

Deixe seus dados básicos para receber em seu e-mail automaticamente

Hospcom, 2020. Todos direitos reservados